Posted in:

Meios de pagamento online mais usados: principais semelhanças e diferenças

Imagem 1 - Meios de Pagamento online mais usados principais semelhanças e diferenças
Meios de pagamento online mais usados: principais semelhanças e diferenças
Este texto te ajudou?

O que os meios de pagamento online mais usados podem oferecer para você?

Para quem empreende na internet, essa é uma preocupação importante.

Afinal, na decisão de compra do cliente, qualquer detalhe pode ser decisivo para ser escolhido no lugar da concorrência.

E na hora de pagar, isso se materializa na oferta do meio preferido por ele.

A boa notícia é que não faltam boas soluções para o seu negócio.

O mercado brasileiro conta com uma série de empresas de pagamento online, o que estimula a oferta por plataformas eficientes por um custo acessível.

Aliás, qual o gateway de pagamento mais barato para a sua loja?

Será que o melhor meio de pagamento online do momento cabe no seu bolso?

E o que ele precisa ter para ser reconhecido dessa forma?

Neste artigo, vou falar não apenas sobre os meios de pagamento online mais usados em 2017, mas principalmente sobre as suas funcionalidades e recursos.


Empreendedores alcançaram o sucesso em seus
negócios com a ajuda da conta.MOBI. Faça como eles.

Quero apresentar a você informações importantes para embasar a sua decisão por um sistema de pagamento online.

Você poderá conhecer e comparar as opções, identificando pontos em comum e diferenças entre eles.

Quer incrementar suas vendas online?

A hora é agora!

Boa leitura!

O que são os meios de pagamento online?

Imagem 2 - Meios de Pagamento online mais usados principais semelhanças e diferenças
Meios de pagamento online são todas aquelas plataformas que permitem ao usuário realizar pagamentos.

Antes de falar sobre os meios de pagamento online mais usados, é preciso entender o conceito.

Toda plataforma que possibilita o pagamento eletrônico, via internet, se enquadra nele.

São soluções utilizadas principalmente por e-commerces e marketplaces.

Através delas, o consumidor realiza suas compras em uma loja virtual e, ao fazer o checkout para pagamento, é direcionado a uma área segura.

Esse espaço pode ser ofertado tanto de maneira interna quanto externa ao site.

Ali, tem acesso às opções para concretizar a compra.

Em geral, pode pagar no cartão de crédito parcelado ou à vista, no boleto, no débito online ou por transferência eletrônica de valores.

As alternativas variam de plataforma para plataforma.

Mas a oferta daquelas que são as preferidas do público são um ponto em comum entre os meios de pagamento online mais usados

Se você é novo nesse mercado, pode ter contato com uma série de termos diferentes, mas que se direcionam ao mesmo serviço, ainda que com diferenças singelas.

Falo, por exemplo, das intermediadoras de pagamento, plataformas de cobranças, gateways e facilitadoras de pagamento.

Vamos entender melhor?

A diferença entre gateway e intermediador de pagamentos

Bom, agora você já sabe que meios de pagamento online são soluções que, como o nome indica, permitem o pagamento por uma compra realizada na internet.

Mas como acabei de citar, há nomenclaturas diferentes relacionadas ao serviço.

Enquanto consumidor, você certamente já teve contato com um gateway.

É como uma versão virtual de uma maquininha de cartão.

Fica dentro do próprio site, em área específica para pagamento.

É ali que o cliente digita os dados para cobrança e finaliza o pedido.

Para o empreendedor, funciona de forma exatamente igual ao da loja física, inclusive quanto aos prazos de recebimento e opções de parcelamento.

Já uma solução intermediadora de pagamentos é mais completa.

Veja como uma terceirização do processo de cobrança da sua empresa digital.

Ou seja, enquanto você vende os produtos, outra empresa se encarrega da cobrança.

Isso é interessante até mesmo do ponto de vista da segurança, que é um assunto sobre o qual falarei logo em seguida.

Afinal, essa empresa é que fica responsável por garantir a proteção aos dados do cliente.

Acaba sendo uma preocupação a menos no desenvolvimento do seu site.

Os meios pagamento online são seguros?

Sim, os meios de pagamento online mais usados são bastante seguros.

Uma prova disso é que não há necessidade de o cliente digitar seus dados no site onde realiza a compra.

Ao usar um link de pagamento, por exemplo, ele é remetido a uma área externa.

Ali, os cuidados de segurança são extremos, garantindo a confiabilidade das transações.

Isso sem falar que, se um erro ocorrer, ele é mais facilmente revertido.

Falo de uma compra extraviada ou um pagamento realizado em duplicidade.

Aliás, essa segunda hipótese sequer é possível utilizando o link de pagamento, já que ele é único e válido somente para aquela operação.

Para concluir, veja esta pesquisa da Abecs.

Entre várias outras informações, cita que a segurança é a segunda principal razão para preferir o cartão de crédito, com 51% de menções entre os entrevistados.

À frente dela, apenas o parcelamento sem juros, com 52%.

Meios de pagamento online mais usados: quais são eles?

Imagem 3 - Meios de Pagamento online mais usados principais semelhanças e diferenças
Já conhece a conta.MOBI? Uma plataforma de pagamento e recebimento para você receber fácil pelas vendas.

Conforme pesquisa sobre os meios de pagamento online mais usados, você tem contato com uma grande oferta de soluções.

Esse é um reflexo do mercado atual.

Com o avanço das fintechs, startups focadas em serviços financeiros eficientes, as plataformas virtuais experimentam um verdadeiro boom.

Tanto é assim que, segundo estimativas, essas empresas de tecnologia podem gerar em negócios um valor superior a 24 bilhões de dólares nos próximos anos.

Em grande parte, isso é fruto da simplificação que elas proporcionam ao mercado.

O que antes parecia inacessível, agora está ao alcance de todos e por um custo baixo.

É o caso dos próprios meios de pagamento online mais usados.

Veja estas soluções, por exemplo: PayU, Paypal, Moip, Mercado Pago, PagSeguro, BCash e conta.MOBI.

Já tinha ouvido falar de alguma, não é mesmo?

Talvez até sobre todas elas.

Pequenos empreendedores que têm uma loja virtual, ou vendem em canais como OLX e Mercado Livre, agora podem oferecer ao cliente soluções práticas e seguras de pagamento.

E isso os equipara a empresas maiores.

Afinal, se antes o consumidor não comprava de você, uma das razões era a falta de disponibilidade do cartão de crédito.

Não concorda?

Então, vou apresentar alguns números que vão tornar tudo mais claro para você.

Para começar, em 2013 (há cinco anos, portanto), nada menos do que 80% dos brasileiros já utilizavam algum meio de pagamento eletrônico.

Veja que dado impressionante!

E tem mais!

O cartão de crédito é usado em mais de 80% de todas as transações realizadas através da internet.

Viu só como não dá para deixar de oferecer esse meio de pagamento?

Aliás, essa exigência se aplica especialmente às vendas online, mas vale para o comércio em geral.

Entre os varejistas, por exemplo, quase 40% do faturamento tem origem nos recebimentos por cartões.

Convencido agora?

O problema, até alguns anos, era que esse mercado acabava restrito a poucos empreendedores digitais.

Mais precisamente, às grandes redes de varejo que atuam na internet.

Afinal, oferecer algum dos meios de pagamento online mais usados era caro e exigia um processo tecnológico mais complexos.

Com a maior oferta atual e também em razão da evolução da tecnologia, tudo ficou mais fácil e acessível.

É a sua hora de aproveitar.

Que tal começar comparando o que as principais soluções oferecem?

É sobre isso que vou falar agora, no próximo tópico.

Pontos em comum e principais diferenças dos meios de pagamento online mais usados

Imagem 4 - Meios de pagamento online mais usados principais semelhanças e diferenças
Apesar de muitos pontos em comum, os meios de pagamento online disponíveis no mercado apresentam diferenças como, por exemplo, as taxas cobradas.

Os meios de pagamento online mais usados no país guardam muitos pontos em comum, mas também diferenças.

É importante que se aprofunde na pesquisa sobre eles, afinal, nem sempre a melhor solução para o seu negócio é a mais óbvia.

Para ajudá-lo nesse desafio, vou falar rapidamente sobre algumas das opções à sua disposição.

Ao final, vou apresentar uma sugestão que tem tudo para ser o melhor meio de pagamento online para sua empresa virtual.

Vamos lá?

1. PayU

Permite vendas no cartão de crédito à vista ou parceladas.

Aceita cartões nacionais e também internacionais, mas somente dos países onde atua.

Também é possível usar o serviço para cobrar o cliente por boleto bancário, transferência eletrônica ou link de pagamento.

Com atuação na na América Latina, pode ser uma solução útil para quem realiza vendas para países vizinhos.

Argentina, Colômbia, Chile, Peru, México e Panamá são opções.

Prazos de recebimento:

  • Em 30 dias no cartão
  • Repasse em 15 dias com tarifa de antecipação de 1,99%
  • Boleto: D+3.

Tarifas:

  • 3,99% + R$ 0,40
  • R$ 3,00 por boleto bancário.

2. Paypal

Outra plataforma que permite recebimentos em cartões de crédito, parcelando em até 12 vezes.

Um dos diferenciais do Paypal é a aceitação de pagamentos em 25 moedas diferentes.

Ou seja, é também um serviço voltado especialmente para quem procura negócios globais, vendendo seus produtos para clientes de qualquer país.

No entanto, as contas PayPal no Brasil só fazem transações entre si com a moeda real.

Como bônus, possui um cartão virtual pré-pago para realizar compras em dólar, com vinculação à conta Paypal.

Prazos de recebimento:

  • Após análise, em 24 horas na conta Paypal.

Tarifas:

  • Vendas no Brasil à vista: 4,99 + 2,39% a cada parcela + R$ 0,60 fixo
  • Vendas no Brasil com recebimento em 30 dias: 3,60% + 2,39% a cada parcela + R$ 0,40 por cada transação
  • Vendas Internacionais: 7,4% + tarifa fixa com tabela por moedas.

3. Mercado Pago

Assim como a PayU, a atuação no Mercado Pago se estende para países vizinhos.

Além do Brasil, a empresa está na Argentina, Chile, Colômbia, Venezuela e México.

No cartão de crédito, permite ao comprador parcelar em até 24 vezes.

Para o empreendedor, também oferece a opção de recebimento por boletos e links de pagamento.

Não há possibilidade de realizar transferências bancárias.

Como o próprio nome indica, é uma ferramenta criada pelo Mercado Livre, o que a torna uma boa opção para atender lojas virtuais nos chamados marketplaces.

Prazos de recebimento:

  • 14 dias para cartão ou débito.

Tarifas:

  • 4,99% para cada venda concretizada à vista
  • R$ 3,00 para transferência para conta bancária.

4. Moip

A Moip é uma das empresas da nova geração no e-commerce brasileiro.

Suas modalidades de recebimento incluem o cartão de crédito, com parcelamento em até 12 vezes, além do boleto bancário, do débito em conta e dos links de pagamento.

Suas aplicações permitem o uso em clubes de assinaturas e crowdfundings.

Há, ainda, diferentes planos, o que altera valores e prazos.

Prazos de recebimento:

  • Conta Negócios: 14 dias
  • Conta Profissional: 2 dias corridos
  • Conta Semiprofissional: 7 dias corridos.

Tarifas:

  • 5,59% + R$ 0,69 para crédito
  • 3,49% + R$ 0,69 para boleto e débito.

5. PagSeguro

Esse é um dos serviços mais conhecidos para pagamento online no país.

Como solução, oferece a possibilidade de receber no cartão de crédito, no cartão de débito, transferência para conta, boleto e link de pagamento.

O parcelamento das compras realizadas em reais pode ser feito em até 18 vezes.

Como bônus, tem cartão pré-pago e trabalha em parceria com os Correios (Envio Fácil).

Como atua também com maquininhas presenciais, pode ser uma boa opção para quem empreende tanto online quanto em loja física.

Prazos de recebimento:

  • Boleto: 3 dias úteis
  • Débito online: diretamente na sua conta bancária e processado em até 10 horas
  • Cartão de crédito: em até 2 dias úteis.

Tarifas:

  • 30 dias para receber – 3,99% à vista e 3,99% parcelado
  • Valor fixo de R$ 0,40 por venda.

6. conta.MOBI

A conta.MOBI é também uma intermediadora de pagamentos, mas uma solução ainda mais completa.

E isso se deve pelo fato de ser uma conta digital, sem mensalidade e com cartão físico para saques e compras no débito.

Assim como outras empresas já citadas, ela atua tanto em suporte às empresas físicas quanto virtuais.

Tem maquininha de cartão de crédito e débito e permite a cobrança por boleto bancário ou por depósito na conta.

Seu mais recente serviço, contudo, é o link de pagamento da conta.MOBI.

Essa é uma solução ideal para MEIs (microempreendedores individuais), micro e pequenas empresas.

Afinal, é só gerar o link de pagamento de forma fácil e enviá-lo ao cliente por e-mail, por WhatsApp ou até pela sua rede social preferida.

O link é único e exclusivo.

Depois de receber, o cliente pode usar para pagamento nos principais cartões de crédito ou no boleto.

Prazos de recebimento:

  • Cartão de crédito à vista: 13 dias corridos + 2 dias úteis
  • Cartão de crédito parcelado: 13 dias corridos + 2 dias úteis após o pagamento da parcela
  • Boleto: 3 dias úteis após pagamento
  • Depósito na sua conta.MOBI: imediatamente.

Tarifas:

  • 5,99% à vista no cartão de crédito e/ou débito
  • Parcelado: 5,99% – taxa fixa de R$1,00 por link pago.

Agora que já conhece os meios de pagamento online mais usados e suas características, pode comparar o que cada um oferece e tomar uma decisão mais assertiva.

Se ainda estiver em dúvida, mais à frente, vou apresentar razões para atestar qual é a melhor solução entre todas.

Antes, porém, quero falar sobre o que levar em conta na sua decisão.

O que não deixar de considerar na hora de optar por um meio de pagamento online?

Imagem 5 - Meios de pagamento online mais usados principais semelhanças e diferenças
Vários pontos devem ser levados em consideração na hora de escolher uma solução para seu negócio, a segurança é com certeza um deles.

Acabei de mostrar o que cada um dos meios de pagamento online mais usados oferecem a você, empreendedor.

Agora, tem informações valiosas para se decidir por aquele que oferece a melhor solução para sua empresa.

Mas para tornar a sua decisão mais fácil, vou relacionar agora alguns pontos de atenção que não podem ficar de fora da análise:

  • Alcance: qual é o seu mercado? A solução escolhida precisa estar disponível ao público-alvo da sua empresa – nem mais, nem menos do que isso.
  • Formas de pagamento: entre todas as opções, qual é a preferida do seu cliente? Boleto, cartão, transferência eletrônica, débito em conta? Contrate apenas o necessário.
  • Prazos: você precisa do dinheiro no caixa em quanto tempo depois da venda? Conheça a sua necessidade de capital de giro para identificar a resposta.
  • Tarifas: quanto você pode e quer pagar pelos serviços? Além de eficientes, eles precisam ter um custo acessível para a sua capacidade financeira.
  • Adicionais: quais adicionais oferecidos são importantes para o seu negócio? Cartão pré-pago, conta digital, gerenciador financeiro e meios de pagamento físicos são algumas das opções.

Qual a melhor opção para você?

Então, já tem uma ideia mais clara sobre qual solução se mostra a mais adequada para a sua empresa?

A dica que dou é usar o critério de eliminação.

Se você tem um pequeno negócio, como MEI ou autônomo, por exemplo, de nada adianta pagar a mais por um serviço que atua em outros países, não é mesmo?

É um tipo de adicional importante, mas que você não vai usar.

Também vale desconsiderar alternativas caras, que vão acabar se tornando onerosas para a sua empresa.

Afinal, você quer agradar o cliente ao oferecer o seu meio de pagamento preferido, mas não vale acabar com sua margem de lucro para isso.

Só que o ponto-chave da sua decisão pode estar nos adicionais.

E é por isso que eu destaco a conta.MOBI.

Ela é semelhante a outras plataformas em vários aspectos, mas é a única conta digital.

Você não precisa transferir do serviço para outra conta para, só então, botar a mão no dinheiro.

Ao usar sua conta.MOBI para cobrar no boleto, cartão ou link de pagamento, os valores da venda vão direto para ela.

Isso facilita a gestão das finanças da empresa.

Além disso, tem toda a oferta de funcionalidades que ajudam você a se organizar melhor e ter controle sobre o dinheiro que entra e sai do caixa.

No computador ou aplicativo, você tem acesso instantâneo às informações financeiras do negócio.

Essa é a melhor forma de profissionalizar sua gestão.

Como saber se para o seu tipo de negócio somente os meios de pagamento online são suficientes?

Imagem 6 - Meios de pagamento online mais usados principais semelhanças e diferenças
A pergunta que você deve se fazer é: como seus clientes pagam pelas compras?

Como já disse em outros pontos deste artigo, o segredo do sucesso de uma empresa está também na oferta ao cliente do seu meio preferido de pagamento.

Não dá para arriscar perder vendas por não disponibilizar a alternativa que ele procura para pagar por suas compras.

Como a oferta hoje é gigantesca, o consumidor tem o poder de trocar de loja em uma fração de segundos.

Basta fechar uma página no navegador e abrir outra.

E se a sua for fechada, talvez ele nunca mais volte a ela.

Então, isso significa que apostar em um dos meios de pagamento online mais usados é certeza de crescimento nas vendas?

Não necessariamente.

Na rotina de uma empresa, não existe solução fácil.

Mais do que isso: não existe decisão segura sem planejamento.

O que quero dizer com isso é que você precisa fazer um estudo antes de definir de que forma irá receber por suas vendas.

As estatísticas que apresentei até aqui, por exemplo, são muito válidas para compreender um comportamento médio do consumidor brasileiro.

Mas não basta transferir tais dados ao seu negócio pura e simplesmente.

A pergunta é: como o seu cliente prefere pagar pelas compras?

Se não tem a resposta na ponta da língua, precisa ir em busca dela.

Faça um estudo sobre o seu público-alvo.

Vale uma pesquisa junto aos clientes, como um questionário de satisfação.

Para quem atua no e-commerce, é muito provável que soluções como o link de pagamento resolvam grande parte das demandas.

Afinal, são práticas e seguras para vendedor e comprador.

Quem atua só em loja física também pode usar essa ferramenta, embora não seja recomendado que faça isso sem levar em conta as características do seu negócio e do seu cliente, principalmente.

Já quem empreende com loja física e virtual não deve adotar a mesma estratégia para os dois canais sem antes estudar se essa é a decisão mais correta.

No fim das contas, o recado é claro: conheça o seu negócio e o seu cliente.

Se ele quer pagar no cartão, que assim seja.

Se prefere o boleto, providencie.

Só não perca vendas por desconhecer a preferência dele.

Conclusão

Imagem 7 - Meios de pagamento online mais usados principais semelhanças e diferenças
Os meios de pagamento online vieram para facilitar a vida de empreendedores e a conta.MOBI tem as soluções ideais para você!

Este artigo trouxe informações sobre os meios de pagamento online mais usados no Brasil.

Você conheceu boas razões para apostar neles e, assim, garantir o crescimento sustentável da sua loja virtual.

Também descobriu mais sobre as características de cada solução, como aquilo que oferecem e o que cobram por isso.

Agora, você está pronto para dar o próximo passo, que é oferecer ao cliente a forma de pagamento que ele mais utiliza.

Lembrando que, seja qual for ela, a conta.MOBI pode fornecer a você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *